O projeto YoGoTe foi apresentado em várias ocasiões à Comissão de Educãçao do Parlantino.

Havana, Cuba,  julho de 2002

A Comissão aprovou a proposta de elaboração de uma antologia poética para a educação em valores com gestos internacionais. Aprovou, também, a proposta para insistir nos Parlamentos nacionais dos países-membros do Parlatino, assim como noutros organismos nacionais e organizações de internacionais, para que promovam o conhecimento e o uso dos gestos internacionais nas unidades educativas e noutras instituições.

Salvador, Bahia, Brasil, dezembro de 2003

A Comissão e seus membros decidiram envidar todos os esforços para, através dos canais e organismos pertinentes do PARLATINO, difundir, tanto quanto possível, o projeto junto dos parlamentos nacionais e das organizações interparlamentares.

São Paulo, Brasil, outubro de 2004

A Comissão, após analisar as possibilidades que este projeto apresenta no âmbito cultural, resolveu:

– insistir com os Parlamentos nacionais da América Latina para que promovam a incorporação gradual de gestos universais nas diversas atividades culturais de cada país, como um contributo para um melhor intercâmbio cultural com o resto do mundo

– propor aos órgãos competentes do Parlatino o início de contactos exploratórios com outras Associações Parlamentares e com Federações ou Associações Internacionais de Cultura com as quais mantém relações, a fim de que as respetivas comissões de Educação e Cultura, ou equivalentes, contemplem a possibilidade de promover atividades culturais e/ou educativas conjuntas para verificar as possibilidades e a utilidade dos gestos universais no intercâmbio cultural internacional.

Cidade de Panamá, Panamá, dezembro de 2011

A Comissão foi informada dos últimos desenvolvimentos no projeto YoGoTe, especialmente a apresentação que foi feita no Comité para a Educação do Parlamento Pan-Africano, em outubro de 2011.

Decidiu dar conhecimento do projeto à Comissão para os Povos Indígenas e Minorias Étnicas do Parlatino, bem como solicitar à Secretaria para as Relações Inter-parlamentares do Parlatino que coordene, em relação a este projeto, a ação com o Parlamento Pan-Africano.

Máis informações