O ano de 2001 foi declarado pelo Conselho da Europa, em colaboração com a Comissão Europeia, como Ano Europeu das Línguas e foi um sucesso devido à participação de milhões de pessoas em 45 países. A partir daí, em cada ano, o dia 26 de setembro é o Dia Europeu das línguas.

As Escolas pertencentes à Rede SEA-UNESCO da Galiza e da Catalunha – com a colaboração de escolas portuguesas – organizaram em 2001 um festival conjunto, com o título “Do Atlântico para o Mediterrâneo”.

Os alunos da Galiza e Portugal apresentaram poemas, canções, peças de teatro e outros textos em línguas originais de países do Atlântico. Todos os textos foram apresentados com gestos internacionais simultâneos, como uma espécie de valor comunicativo acrescentado.

Este evento foi realizado no Paseo de Gracia (em frente à famosa casa La Pedrera, de Gaudi) em setembro, durante as grandes festas da Merced em Barcelona.

O show começou com uma canção de saudação em várias línguas. Os alunos fizeram os mesmos gestos em todas as línguas e a música (da autoria de Fernando Fernandez Picos, um professor de escola elementar na Galiza) foi interpretada por uma banda local.

Pode ver um vídeo com algumas das saudações:

Depois veio a apresentação do evento, realizada por um professor da Galiza, em Catalão, a língua da Catalunha. Ele também fez os gestos das ideias principais, a fim de preparar o público para uma melhor compreensão dos textos em diferentes idiomas.

Pode ver as performances nos vídeos seguintes:

DARA: Canção Brasileira, em Português e Iorubá (língua da Nigéria)

Autor:Daniela Mercury

Apresentado por alunos do ensino médio do “IES Pedra da Auga” de Ponteareas (Galiza):

Pode-se ver também AQUI.

Solidarité: cancão sobre a situação dos imigrantes, em wolof (língua do Senegal)

Autor: Youssou N’Dour

Por estudantes do ensino médio do “IES Luis Seoane” de Pontevedra (Galiza):

Mar Português: um poema em Português sobre as descobertas.

Autor: Fernando Pessoa

Apresentado por alunos da Escola Secundária de Melgaço (Portugal):

Grândola: uma canção em Português com que foi iniciada a “Revolução dos Cravos”

Autor: José Afonso

Apresentada por alunos da Escola Secundária “Cal Brandão”, de Porto (Portugal):

Os Pinos: o hino da Galiza, em galego

Autor: Eduardo Pondal

Apresentado pelos alunos do ensino médio do “IES Terra e Turonio” de Nigrán (Galiza):

Pode-se ver também AQUI.