Os gestos internacionais podem ser usados em muitas atividades nas escolas primárias. Os alunos usam os seus corpos para transmitir o significado de uma forma muito natural, que é complementar à palavra. Mesmo nos primeiros anos de escola podem aprender a fazer e a entender os gestos com as mãos.

A experiência seguinte foi realizada numa escola primária da Galiza em 1996 com crianças de 4 a 6 anos de idade. Durante uma sessão de duas horas deliciaram-se, primeiramente, com uma história do Senegal em que os personagens principais eram um par de coelhos e um cavalo. Aprenderam, então, como fazer os gestos dos quatro elementos (terra, água, ar e fogo). Estes elementos estavam representados por desenhos colocados nas quatro paredes e as crianças tentaram mandar os seus colegas viajar para lugares diferentes na sala de aula apenas com gestos. A sessão terminou com uma canção.

Na mesma ocasião, os alunos puderam aprender a dizer Olá em cinco línguas diferentes, com a ajuda de uma canção de Fernando Fernandez Picos.

Os gestos também podem ser usados para facilitar as apresentações em festivais escolares, onde os sinais fornecem um valor acrescentado de expressão e comunicação.

Podemos ver vídeos de diversas actividades que tiveram lugar na Escola Primária Fermín Bouza Brey de Ponteareas, Galiza durante 2000 e 2001:

Festival de Ano Novo

Os alunos expressando os seus desejos para o novo ano 2000:

As Quatro Estações

Do escritor galego Antón Garcia Teijeiro. Podemos ver uma parte dedicada ao Outono:

Direitos das Crianças

Representaram os Direitos Humanos na versão para crianças:

Uma experiência muito interessante, fez-se em uma escola primária na Andaluzia, Espanha, em 2009. Os alunos tiveram que adicionar os sinais internacionais a alguns textos sobre a paz. Tiveram a ajuda exclusiva da página web yogote.net onde eles tinham que encontrar o dicionário, selecionar os sinais das palavras escolhidas e fazer uma apresentação do texto com gestos.

Os resultados são mostrados no vídeo a seguir:

Aquí pode-se ver máis informação sobre esta experiência.

Se juntarmos alunos do ensino primário e secundário, estes últimos podem usar os gestos internacionais para ensinar aos seus colegas mais jovens algumas expressões numa língua que estão aprendendo por si mesmos. Os gestos internacionais, neste caso, agem como uma ferramenta de ensino eficaz e versátil, como pode ser visto nestes vídeos que foram feitos na reunião das Escolas UNESCO ASP da Galiza em 2012:

Alemão  Chinês   Suahili